Tag: gestação

GESTAÇÃO: Como descobri + primeiro trimestre

junho 18

Olha quem voltou a escrever por aqui!

Eu tenho blog desde 2005, não esse, tinha outro nome, mas desde lá amo escrever para quem me segue virtualmente. Mas há 2 meses que não passo por aqui, meu Deus! Tudo culpa de um pequeno (a) ser que vive agora dentro de mim. Desde que descobri que estou grávida, só tenho cabeça para isso e só quero dormir! Hahaha. Mas cá estou eu de volta e quero compartilhar com vocês o que tenho vivido desde que descobri que estou grávida.

Desde o final do ano passado, eu o Tony começamos a sonhar em ter filhos, depois de 7 anos de casados. Comecei a me preparar com exames e ácido fólico, mas não tinha parado de tomar anticoncepcionais. Decidi parar no final de fevereiro e descobri que estava grávida no final de abril. Foi muito rápido!

Mesmo sendo um bebê planejado, quando fiz o teste depois de minha menstruação atrasar 4 dias e o exame deu positivo, eu fiquei sem reação. O Tony pulava e gritava de alegria e eu simplesmente não sabia o que fazer! Hahaha, Eu não estava triste, mas estava em choque! Lembro que tomei banho, chorei, orei e dormi. Quando acordei aquele misto de medos havia passado e meu coração se encheu de alegria. Conversando com outras mães, percebi que isso é totalmente normal. Se acontecer com você, já sabe!

Depois de tudo isso, eu e o Tony saímos para comprar a primeira roupinha do bebê, que também usaríamos para contar para nossa família. Descobri numa segunda e na sexta já viajamos para o Brasil, então foi o tempo perfeito!

Fizemos as primeiras consultas no Brasil, só para vermos se estava tudo certinho com o bebê e quando chegamos nos EUA já começamos nosso pré-natal aqui. Muita gente me pergunta a diferença entre os dois países, mas não sei como responder, afinal, nunca fiz pré-natal no Brasil. O que eu sei é que aqui não há opção entre parto normal ou cesária. Quem decide isso é o médico quando o bebê está quase nascendo.

Quase não tive enjoos, vomitei penas uma vez e tive quase nada de sintomas. Meu médico sugeriu perguntar para minha mãe sobre as gestações dela e todas foram muito tranquilas também! Também não tive desejos e nem parei de comer nenhum alimento específico. Cada corpo reage diferente e até aqui tem sido super tranquilo comigo.

Meus pais, irmãos e sogra já fizeram passaporte para virem me ajudar nos primeiros meses e isso me deixa MUITO feliz!

Agora que os três primeiros meses já foram e eu voltei a rotina, vou compartilhar mais aqui com vocês, tá?

Obrigado por viverem esse momento com a gente!

Um beijo,

Mari, Tony e bebê!