Tag: Pri-k Fernandes

Update: Agora com -38 kg

julho 1

Olá meninas, tudo bem?

Voltei para saber como vocês estão, contar um pouquinho do que aconteceu nesses últimos meses e minhas expectativas para os próximos. Além de dar um UP para o início do segundo semestre, já que surgi aqui com minhas palavras no primeiro dia do ano com o post  “voltei com menos 32kg na mala”. Digo com minhas palavras porque a Mari já me citou em outras situações, falando de viagem e fotografia.

Agora já se foram mais -6kg e eu estou com menos 38kg, cada dia mais feliz e quase não acreditando no que estou sendo capaz.

foto_pri-k_fernandes_priscila_itajai_sao_paulo_emagrecimento_antes_e_depois

No meio de tudo isso, acabei recebendo um “troféu”, sai na revista Shape de junho contando um pouquinho da minha trajetória até aqui. Um amigo da academia comentou sobre a minha evolução para editora da revista que me procurou para participar da seção “de bem com a vida”, nunca imaginei nada disso!

foto_pri-k_fernandes_priscila_itajai_sao_paulo_emagrecimento_revista_shape

Foi uma experiência louca! Fiquei pensando na repercussão e me deu um medinho (na verdade medãooooo), tanto quanto fiquei com aquele post do 1º dia do ano aqui. Mas agora já estou começando a me acostumar com tudo isso, afinal, nessa vida somos observados por onde estivermos. Além disso, todos os comentários e mensagens que recebi de vocês me fizeram querer voltar, é muito bom saber que posso inspirar alguém.

Nesse primeiro semestre eu mudei um pouco a minha rotina, no meio dele tive o que chamamos deovertraining”. Digamos que, em palavras leigas, seria o corpo reclamando do excesso de atividades, muito esforço sem o descanso necessário causando uma estafa física. Fiquei um pouco preocupada devido à forma que me sentia e por orientações de profissionais qualificados diminui o meu ritmo de atividades. Confesso que com isso fiquei meio preguiçosa. Hahahahaha!

Estou entrando numa nova fase, com mais foco nos treinos de musculação e fazendo menos aulas. Agora os meus objetivos vão além de emagrecer e melhorar minha saúde. Quero diminuir o percentual de gordura, melhorar a definição muscular e fortalecer meu corpo como um todo.

foto_pri-k_fernandes_priscila_itajai_sao_paulo_emagrecimento_na_academia

Mas só treinar não traz o mesmo resultado de um treino somado a uma alimentação correta. Então eu percebi que não tenho mais como seguir apenas fazendo o que aprendi a vida inteira e considero adequado, por isso, busquei ajuda e tenho uma consulta marcada para final de julho com a Marina Gorga do Nutricionário

Eu a encontrei na internet pesquisando sobre alimentação bem no começo do meu processo. Criei bastante admiração pelo trabalho apresentado durante esse tempo que a sigo nas redes e por isso fiz essa escolha. Precisamos escolher um profissional que nos agrade para sentirmos satisfação no acompanhamento e não apenas ficar prestando contas a cada consulta, falo isso por todas as experiências que tive até hoje.

Pretendo compartilhar um pouquinho mais do meu dia a dia com vocês pelo Facebook (AQUI) e pelo Instagram (AQUI) do que acontecerá daqui pra frente.

Logo voltarei para contar como andam as coisas!

Beijos Pri-k Fernandes

 

 

Voltei com menos 32kg na mala!

janeiro 2

Oi, meninas! Este é o primeiro post de 2014 e eu não poderia começar melhor! Eu amo escutar mulheres inspiradoras! E quero compartilhar com vocês o testemunho da Pri-k, minha amiga linda de Itajaí-SC. Nos conhecemos desde janeiro de 2008. 

Leiam com atenção as palavras dela e espero que inspire vocês a lutar pelos seus sonhos! Tudo é possível ao que crê! Beijo, Mari Simionato.

Minha luta contra balança completou seus vinte anos. Perdi e venci muitas batalhas, tornei a perder. Nesse ano que passou alcancei a melhor de todas as vitórias e acredito que estou vencendo a guerra.

No meu aniversário de 8 anos eu já era diferente das outras crianças, se a moda do bullying existisse naquela época, eu teria carteirinha de sofredora fiel. Aos 11 anos eu frequentei o Vigilantes do Peso, aos 15 eu fiz tratamento com o hoje tão famoso Herbalife, assim fui seguindo. Entre idas e vindas de todos esses anos eu tomei remédios de todos os tipos. Fui atendida por diversos médicos nos seus diferentes segmentos, fiz dietas loucas e outras nem tanto, emagreci e engordei quilos que hoje eu nem conseguiria calcular.

Aos 25 anos fui morar em São Paulo e tudo foi por água a baixo. Cansei do que teria vivido por quase toda minha vida, estava longe da minha mãe e sem medo de desaponta-la decidi que seria gorda, depois de um ano acabei perdendo o controle da situação.

O cabelo longo e liso natural junto ao sorriso largo já não faziam mais efeito diante a pessoa que eu havia me tornado.

A poltrona do avião ficou apertada, ficou difícil passar na catraca do ônibus, brotou um medo de sentar nas cadeiras plásticas. Eu não me gostava mais nas fotos que sempre amei tanto, o dia a dia começou a ficar desagradável, assumir tudo isso era tão difícil e humilhante. Me vi desmotivada pelas coisas que mais gostava. Isolada numa espécie de depressão, descobri que não dava para ser feliz gorda, que na verdade as pessoas se aceitam e se acomodam diante a situação. Então cogitei me entregar à cirurgia bariátrica já que nada até então resolvia meu problema para sempre, mas pensei um pouco e decidi me dar mais uma última chance.

Após férias prolongadas, depois da virada de 2012 para 2013 quando estive com a Mari no reveillon, viajei para alguns lugares, revi amigos, fiquei com a família, recarreguei as energias e busquei todas as forças que precisava para conquistar meu objetivo, quase no fim de fevereiro voltei para São Paulo.

Então cheguei em casa e fui comprar uma balança, precisei de coragem para encarar os números e a realidade, quando vi 109,3 quilos me desesperei e me vi sem chão. Eu precisei ter fé. Pedi que Deus me ajudasse e reverti o desespero em forças para seguir com o meu objetivo, no dia seguinte procurei uma academia e já comecei uma reeducação alimentar.  Nesse momento eu decidi que faria tudo o que sempre aprendi a vida inteira que era o certo, desta vez sozinha, então instalei um despertador no meu computador que me lembrava de comer de três em três horas. Por um tempo parei de comer toda e qualquer coisa que não me ajudaria a emagrecer, deixei de comer fora por um bom tempo e abandonei a vida social por pelo menos três meses.

Antes e depois - Reveillon 2013 e reveillon 2014

Antes e depois – Reveillon 2013 e reveillon 2014

Descobri um novo jeito de viver, passei a gostar de comer muitas coisas saudáveis e outras nunca consegui gostar, preparava minhas refeições e separava por porções sempre. Uma coisa que nunca fiz, foi comer algo forçado pois sabia que não suportaria por muito tempo por já ter feito isso antes. Foi difícil, eu sofri mas sabia que era necessário. No começo a academia também não foi fácil, precisei superar uma fase de adaptação, onde também sofri e até chorei, tive que aprender muitas coisas que jamais tinha feito antes  e não aceitar a imensa vontade de desistir.

Fotos do último mês

Fotos do último mês

Já se passaram dez meses e agora na casa dos 77 quilos estou novamente no RS, com menos 32 quilos  vim passar o reveillon com a Mari. Agora meu próprio estômago é o despertador, eu tenho vida social novamente, como de tudo só cuidando das quantidades. Na academia estou todos os dias, sem folgas nos finais de semana e feriados, dou uma pausa quando meu corpo pede e não consigo mais viver sem atividade física.

Bermuda usada no reveillon 2013

Bermuda usada no reveillon 2013

Nesta jornada que decidi seguir sozinha, precisei aprender a ser egoísta, a dizer não e pensar mais em mim, ser disciplinada e planejar todos os meus dias. Recebi muito apoio das pessoas que me amam, outras que conheci no percurso passaram a fazer parte dessa história sem querer. Hoje a torcida é grande e sozinha é coisa que não estou. Falta pouco e agora eu sou muito mais feliz!

Beijo, Pri-k Fernandes.

 

Fotos by Pri-k Fernandes

novembro 30

Ainda falando da minha ida à São Paulo, aproveitei para fazer umas fotos com minha amiga e  fotógrafa preferida: a Pri-k Fernandes!

As fotos sairam bem como eu queria, sem aquela cara de “book”, sabe? Ficou super espontânea e eu adorei! Nos divertimos muito!

Escolhi algumas para mostrar para vocês e espero que gostem!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Priscila Fernandes Fotografia

[email protected]